segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Chirlei Wandekoken




A admiração que ela tem
por João Guimarães Rosa,
Margareth Mitchel e Jane Austin
comprovam seu excelente gosto literário. 


A jornalista e pedagoga capixaba Chirlei Wandekoken é uma dessas pessoas que costumamos dizer que "devoram" livros - no melhor dos sentidos, é claro. Aliás, quem não gosta de boas leituras não pode ser jornalista nem pedagoga. Sua paixão pela literatura é tal que ela já leu todas as obras das irmãs Charlotte, Emily e Anne Brontë e, como se isto não bastasse, sabe tudo sobre as vidas delas.
Nascida em Barra de São Francisco, no extremo norte do Espírito Santo (próximo à divisa com Minas Gerais), filha de cafeicultores, mudou-se para Vitória aos 15 anos de idade, e desde então começou a construir sua vida. Casada, tem dois filhos 21 e de 18 anos de idade. Isto é o que se percebe em seu primeiro livro, "O Vento de Piedade", publicado pela Editora Saraiva, que conta a história de uma família de um vilarejo no interior de São Paulo. Uma história que começa em 1956 e se estende até 2000, citando vários fatos reais, especialmente os relacionados ao período da ditadura militar brasileira.
O próximo livro de Chirlei, "Por Trás da Escuridão", publicado por uma editora capixaba, a Pedrazul, será lançado num evento para convidados no dia 05 de setembro, a partir das 19 horas, na Livraria Logos, do Shopping Vitória, em Vitória. O talento profissional nas três áreas (jornalismo, pedagogia e literatura) e sua clara demonstração de que sabe aproveitá-lo muito bem comprovam que Chirley Wandekoken é uma mulher que, mais do que "a diferença", faz a soma. Ela acrescenta valores indiscutíveis que fazem com que nos orgulhemos dela. Para você conhecer um pouco mais a autora, recomendo o site dela, cujo link segue abaixo.


http://www.chirleiwandekoken.com.br/

2 comentários:

Chirlei Wandekoken disse...

Muito obrigada pelo carinho. Agradeço de coração!

Elias Alves disse...

Você é merecedora, Chirlei. Você é motivo de muito orgulho para nós.